Marco Programático

A Estratégia de Médio Prazo 2016-2018, aprovada na reunião do Comitê Técnico Intergovernamental em 08 de dezembro de 2015, realizada na cidade de Cartagena das Índias, Colômbia, aborda um marco programático que contribua para que a Cooperação Sul-Sul seja mais efetiva e estratégica; para isso foram definidas as linhas de ação e eixos transversais que permitirão o alcance dos resultados propostos.

Linhas de Ação

  • Formação, capacitação e intercâmbio estruturado de experiências sobre a Cooperação Sul-Sul e Triangular.

    Formação, capacitação e intercâmbio estruturado de experiências sobre a Cooperação Sul-Sul e Triangular.

  • Apoio no registro, análise, sistematização e geração de conhecimento sobre a Cooperação Sul Sul e Triangular

    Apoio no registro, análise, sistematização e geração de conhecimento sobre a Cooperação Sul Sul e Triangular

  • Desenvolvimento contínuo de metodologias, instrumentos e documentos estratégicos para a Cooperação Sul-Sul e Triangular Ibero-americana

    Desenvolvimento contínuo de metodologias, instrumentos e documentos estratégicos para a Cooperação Sul-Sul e Triangular Ibero-americana

  • Relacionamento e diálogo estratégico com outros atores e regiões

    Relacionamento e diálogo estratégico com outros atores e regiões

Eixo Transversal

  • Incorporar a perspectiva de Género na actividade do Programa

    Incorporar a perspectiva de Género na actividade do Programa

Instituições ligadas ao PIFCSS

  • Andorra
  • Argentina
  • Bolivia
  • Brasil
  • Chile
  • Colombia
  • Colombia
  • Costa Rica
  • Cuba
  • Ecuador
  • El salvador
  • Espana
  • Guatemala
  • Honduras
  • Mexico
  • Nicaragua
  • Panama
  • Paraguay
  • Paraguay
  • Peru
  • Portugal
  • Mepyd Dom
  • Uruguay
Datos de acceso: